Formas Farmacêuticas Sólidas


Exercício de Nº 01
Quais os motivos para existir várias formas farmacêuticas de um mesmo princípio ativo?

Facilitar a ingestão do princípio ativo
Garantir a precisão da dose
Proteger o princípio ativo durante o caminho pelo organismo
Garantir a presença no local de ação


Exercício de Nº 02
Cite alguns motivos para que os comprimidos recebam revestimentos especiais.

- Proteção do princípio ativo contra a exposição destrutiva ao ar ou a umidade.

- Mascarar o sabor do princípio ativo quando deglutido.

- Proporcionar características especiais de liberação do princípio ativo.

- Melhorar a estética e proporcionar peculiaridades distintas ao produto.

- Reduzir o desconforto gástrico causado pelo princípio ativo que costumam irritar o estômago.

- Facilitar o trânsito gastrintestinal de princípios ativos que são melhores absorvidos no intestino.


Exercício de Nº 03
Qual a diferença entre comprimidos sublinguais e comprimidos orodispersíveis?

Os comprimidos sublinguais são destinados a ser dissolvidos embaixo da língua, para que ocorra a absorção do princípio ativo pela mucosa oral. Eles permitem a absorção oral de princípios ativos que são destruídos pelo suco gástrico e/ou fracamente absorvidos no trato gastrintestinal.

Os comprimidos orodispersíveis são caracterizados pela desintegração ou dissolução na boca. Destinam-se geralmente a crianças e idosos ou outros pacientes que apresentam dificuldade de deglutir (engolir) formas farmacêuticas sólidas.


Exercício de Nº 04
Qual a diferença entre comprimidos revestidos de liberação prolongada e comprimidos revestidos de liberação retardada?

Comprimidos revestidos de liberação prolongada são desenvolvidos para liberar o princípio ativo de modo predeterminado, durante um período de tempo prolongado, facilitando a administração do medicamento ao paciente e evitando o esquecimento das doses.

Comprimidos de liberação retardada é um tipo de liberação modificada em que o princípio ativo é liberado no local onde deve ocorrer sua absorção. A liberação retardada é obtida por meio de um desenho de formulação especial e/ou método de fabricação. As preparações gastro-resistentes são consideradas formas de liberação retardada, pois são destinadas a resistir ao fluido gástrico e liberar o princípio ativo no fluido intestinal.


Exercício de Nº 05

Como devem ser administrados os comprimidos dispersíveis ou solúveis?


O comprimido deve ser colocado em um copo com água e esperar que ele seja dissolvido completamente para ser administrado via oral ao paciente.


Exercício de Nº 06

O que são comprimidos tamponados?


Comprimido revestido por uma película protetora de hidróxido de alumínio ou hidróxido de magnésio, permitindo a utilização deste medicamento por pessoas que tenham problemas estomacais, como gastrite ou úlcera.


Exercício de Nº 07

Qual diferença entre cápsula gelatinosa dura e cápsula gelatinosa mole?


As cápsulas gelatinosas duras consistem de duas seções cilíndricas pré-fabricadas (corpo e tampa) que se encaixam e cujas extremidades são arredondadas. São tipicamente preenchidas com princípios ativos e excipientes na forma sólida.

As cápsulas gelatinosas moles são constituídas de um invólucro de gelatina, de vários formatos, mais maleável que das cápsulas duras. Normalmente são preenchidas com conteúdos líquidos ou semissólidos, mas podem ser preenchidas também com pós e outros sólidos secos.